Jornal Nova Geração

O Colégio Martin Luther comemora, neste mês, 117 anos de história em Estrela. Com o mesmo propósito dos fundadores, de oferecer ensino de qualidade e referência na região, o CML segue seu trabalho buscando sempre a inovação. “Sabemos que as vivências enriquecem o aprendizado e aqui buscamos proporcionar muitas experiências aos nossos alunos. Através dos projetos CML Leia, CML Investiga e o Projeto Humano, que são desenvolvidos com todos os alunos, inclusive os bebês, trabalhamos os pilares da leitura, iniciação científica e desenvolvimento social”, salienta a diretora Andréa Desbessel.

O CML, escola associada à Rede Sinodal de Educação, tem duas estruturas – uma delas exclusiva à Educação Infantil, que atende bebês a partir dos 4 meses de idade, com amplo pátio, brinquedos e estrutura adequada ao desenvolvimento dos pequenos. E o outro prédio, que abriga o Ensino Fundamental, Médio e os Cursos Técnicos de Alimentos e Mecânica. Além do laboratório analítico e da Sala Maker, que propiciam aulas práticas enriquecedoras, o pátio amplo e arborizado é um dos lugares preferidos das crianças e jovens para atividades esportivas e de recreação.

Além da formação dos jovens, a escola se destaca na música, com a Orquestra do CML, e no esporte, através da parceria com a Avates, com as equipes de voleibol feminino, que já projetou muitos atletas para o cenário esportivo nacional e mundial.

Olhar para o futuro

Os desafios impostos pela pandemia aceleraram o processo de inovação na educação. O sistema de educação apostilado, adotado pela escola, facilitou o processo de comunicação e aprendizagem durante as aulas remotas. A administradora da escola, Rita Fritz, acrescenta: “o CML segue em frente fortalecido, pois teve o apoio da comunidade escolar, que se engajou nessa parceria família x escola. Precisamos aproveitar todos esses aprendizados e evoluções para seguir proporcionando o melhor aos nossos alunos.”

Novo Ensino Médio

A partir de 2022, entra em vigor o Novo Ensino Médio, um modelo de aprendizagem por áreas de conhecimento que permitirá ao jovem optar por uma formação mais técnica e profissionalizante. Nesta semana, os alunos do 9º ano e seus familiares conheceram a proposta do CML e os seus itinerários formativos. A estrutura da escola e seus laboratórios, que em virtude dos Cursos Técnicos já atendem às novas demandas, estão recebendo investimentos de ampliação e melhoria, assim como o corpo docente, que vem recebendo treinamento para a nova formação.

A atual presidente da mantenedora e primeira mulher a ocupar esse cargo, Elenir Dresch, acrescenta: “o CML mantém viva a sua história, mas sempre olhando para o futuro, a busca pelo desenvolvimento, a educação de qualidade, e a formação de pessoas comprometidas com um mundo melhor é a nossa busca diária.”

Compartilhar conteúdo